(Experimente) Suerte

Porto Alegre, Brasil
A Suerte parece ter encontrado a medida certa na mistura entre reggae e hardcore. Mesmo assim, esse não é o aspecto que mais chama a atenção no grupo gaúcho. Disposta a usar essa mistura em favor do ativismo social, a banda parece querer levar a música para além dos ouvidos e tocar as pessoas de uma forma mais profunda do que as bandas da sua geração costumam tocar.



A Suerte surgiu em 2008, liderada por Leonardo "Z" Zimmermann, que também é vocalista e guitarrista da DoyouLike?. Curiosamente, o primeiro disco do projeto só veio a surgir quatro anos depois da sua fundação. Estranho? Pode até ser. Mas é que, de fato, a Suerte não é um projeto mercadológico, e por isso a sua cronologia sempre vai fugir do comum.

"A Suerte me faz viajar pra dentro de mim mesmo (...)"

Atualmente o grupo realiza pequenos shows pelo Brasil, levando a sua mensagem aos mais variados públicos e lugares. No seu site, disponibiliza o download gratuito do álbum de estreia. Com influências de grupos como Dance of Days e Boom Boom Kid, e a bordo de letras que varrem os mais diversos fatos cotidianos do mundo urbano, o disco convida o ouvinte a pensar melhor sobre o mundo em que vive. E isso, por si só, já faz da banda um projeto muito raro nos tempos atuais.

Zimmermann, acostumado a encarar grandes públicos com a sua banda mais famosa,  vê a Suerte como um projeto especial, onde as músicas são mais diretas e próximas das pessoas.

"O mais louco é sentir que as pessoas estão se identificando não só com as músicas, mas também com o show em si. Tocamos para nós mesmos no palco e acho que isso é o que desperta essa ligação. Acho que o público acaba encarando da mesma forma e se entregando à música durante o show também. No final fica todo mundo satisfeito por ter viajado consigo mesmo durante a apresentação. E, pra mim, a Suerte é isso. Ela me faz viajar pra dentro de mim mesmo, movimentando uma energia gigantesca a cada ensaio e a cada show."

Ouça o primeiro CD da Suerte:



Siga a banda nas redes sociais:
Facebook
Twitter 

O que você achou disso?

Leia também:

Jim Morrison, morreu mesmo?

Histórias mal contadas, boatos estranhos surgidos com o tempo e possíveis reaparições após a morte até hoje criam muitas teorias em torno da morte do líder do The Doors. Continue lendo

Copyright © 2013 New Yeah Música, todos os direitos reservados.