O Interlúdio de Jan Felipe

Rio de Janeiro, Brasil
Interlúdio ao pé da letra significa intervalo, ou trecho, entre duas peças musicais: aquela pequena parte que é tocada entre duas estrofes. Interludes, EP de Jan Felipe composto por cinco canções, é esse respiro entre o que passou e o que ainda virá. E, ainda que seja um respiro, não deixa de ser profundo. Muito pelo contrário, foge de toda superficialidade cômoda que encontramos em centenas de canções de amor.


Interludes: nostalgia e amor que saem do lugar comum.

Jan Felipe é um desses compositores que sabe ser sutil, delicado e cuidadoso com o que canta. Seu mais recente EP se difere de Abril (lançado em 2009) na sonoridade, mas ambos possuem aquele ar de fuga, nostalgia e, claro, amor. São cinco faixas que não só mesclam diferentes idiomas como também trazem à tona a atmosfera de quem está em busca de algo. Jan é carioca, mas morou uma parte da vida na França, vivência essa que se traduz em algumas de suas canções de modo geral.

"Contemplo o lago mudo", poema de Fernando Pessoa cantando, inicia o EP com uma sonoridade, que após ouvir todas as canções, dá pra notar a distância que existe entre a mesma e a última faixa, também cantada em português. O interlúdio passa pela leve "Everybody's Lost", depois por uma densa canção francesa chamada "L'absence de gentillesse", onde dá pra sentir um vocal feminino longe.

A penúltima faixa "Strange sense of relief" te transporta para um desses filmes melancólicos, porém belos. Tudo muito contido - o que não significa uma ausência de intensidade -, com evoluções delicadas e harmonias pensadas.

"Impulso" faz a amarração final do EP - e é a minha favorita. A letra que expressa quase um desabafo, parece ser muito mais contada, ao invés de cantada. Chega a me remeter um cansaço, ou o ar de fuga que comentei anteriormente, até que um leve crescente finaliza a canção e silencia.

Ainda que o próprio cite Chico, Caetano, Radiohead como principais influências, e que para mim soe Belle & Sebastian ora ou outra, cada faixa carrega em si algo muito pessoal do cantor e compositor Jan Felipe, transformando esse interlúdio em uma daquelas coisas que tomamos num fôlego só, mas que se refletem ainda em muitos outros respiros.

O que você achou disso?

Leia também:

Jim Morrison, morreu mesmo?

Histórias mal contadas, boatos estranhos surgidos com o tempo e possíveis reaparições após a morte até hoje criam muitas teorias em torno da morte do líder do The Doors. Continue lendo

Copyright © 2013 New Yeah Música, todos os direitos reservados.